Exposição Icon Offices Archive

Sobre as férias

Férias é o que se faz quando não se está no trabalho. Às vezes não se faz nada, outras vezes fazem-se tantas coisas que a minha mãe diz que precisa de férias das férias. Já o meu pai diz que o único trabalho que se pode fazer nas férias é trabalhar para o bronze. Trabalhar

Sobre o post-it

O post-it é uma palavra estrangeira que se diz como póstite. O meu primo, que anda na escola segundária, porque está em segundo lugar, diz que post-it é a palavra que quer dizer “come postes”. Isso é estúpido, mas ele tem aulas de inglês, por isso deve saber.

Sobre a fotocopiadora

A fotocopiadora é uma coisa que está em todos os escritórios que têm fotocopiadoras. O que ela faz é quase como se fosse magia: pomos uma folha escrita no lado e ela copia aquilo tudo muito rápido e ficamos com duas folhas iguais. Isso dá muito jeito quando queremos gastar papel.

Sobre a pausa

Fazer uma pausa é, diz o meu pai, a coisa mais importante do dia de trabalho. Ele também diz que os preguiçosos e os políticos não fazem pausas porque passam o tempo a olhar para o tecto e a pensar na morte da bezerra. Eu, uma vez, pensei na morte da bezerra e não gostei

Sobre as secretárias

As secretárias são as mesas dos espiões, porque como diz o nome são secretas. Às vezes também há secretárias que são pessoas, mas acho isso uma falta de respeito. Se um dia me chamassem com o nome de um móvel eu não gostava. A não ser que me chamassem de pufe, que não é bem

Sobre o ar-condicionado

O ar-condicionado é uma invenção que dá muito jeito quando faz aquele calor que se chama “calor do forno de porta aberta”. O que o ar-condicionado faz é chupar o ar quente da rua e depois transformam-no em ar fresquinho, fresquinho, tal como a cerveja que o meu pai bebe quando chega do trabalho. Como

Sobre os estafetas

Os estafetas são pessoas que às vezes trabalham nos escritórios, e noutras vezes trabalham em sítios que se chamam empresas de estafetas? Confuso, não é? Também acho, mas foi assim que o meu tio me explicou. Ele não anda nada bem. É coxo.

Sobre os clips

Os clips são umas coisas enrrroladinhas, de ferro mole, que servem para segurar os papéis uns aos outros. Ao dizer clips temos de ter cuidados porque saltam sempre gafanhotos de cuspo. Eu, uma vez, vi um gafanhoto normal e andei atrás dele a ver se o apanhava. Depois cansei-me e fui lanchar.

Sobre o telefone

O telefone é uma coisa indispensável num escritório. Indispensável é uma palavra muito complicada para dizer que uma coisa é muito, muito, muito precisa. É como dizer que o ar é indispensável, as gomas são indispensáveis, os legos são indispensáveis e as cuecas são indispensáveis.

Sobre a caneta

A caneta é um pauzinho que não é de madeira, e que em vez de escrever a preto, escreve com tinta. São, assim, como se fossem as primas ricas de França dos lápis. Os lápis afiam-se com um afia, mas as canetas não podem afiar porque senão rebentam. Tenho um tio que foi parar ao